parlamento-budapeste-hungria
Hungria: O que fazer em Budapeste em 1 dia

Budapeste é uma cidade linda que mistura arte e diversão, além de ser a mais populosa da Hungria é também uma das 10 maiores cidades da Europa. Foi para lá que fiz uma viagem daquelas inesquecíveis que deixou o gostinho de querer turistar mais!

Antes dos detalhes da viagem e dar dicas sobre o que fazer na cidade, quero contar um pouco sobre a história e curiosidades bacanas que vi e aprendi lá.

A parte de Buda é voltada para a área histórica, esta zona, que fica na margem direita de Budapeste, é composta pelas principais atrações turísticas da região. A parte de Peste é conhecida pela euforia e modernidade, é o lado constituído, em sua maioria, por restaurantes, comércios, prédios e as espaçosas avenidas.

O nome se deu a partir dos tempos antigos quando Obuda foi tomada por tribos celtas até o século I a.C, momento em que os romanos tomam o poder e a denominam de Aquincum (palavra originada de água, pelo fato da região possuir mananciais). Já o nome Buda, surgira no ano 14 a.C, quando a capital torna-se uma colônia romana.

No ano de 896 d.C, domada por tribos magiares, a antiga colônia passou a ser chamada de Obuda. Anos mais tarde, a cidade torna-se conhecida com divisão entre Buda e Peste (os dois lados do rio). Em meados dos anos 1000, o Rei Estevão foi coroado e junto com ele nasce o país Hungria. Após controvérsias no reino, tomadas e retiradas de poderes, em 1873 uniram-se os nomes, Obuda, Buda e Peste, nascendo a criação de Budapeste. Em 2004, a Hungria é finalmente reconhecida e considerada oficialmente um país da Europa.

Roteiro de 15 dias pelo Leste Europeu

Agora que já sabem um pouco da história de Budapeste, vamos falar sobre o que fazer, curiosidades e tudo sobre a cidade mais movimentada e alegre da Hungria.

O que fazer em Budapeste? Roteiro de 1 dia

Basílica de São Estevão

A basílica que carrega o nome do rei Estevão I, foi construída entre 1868 e 1905, a parte de dentro, é constituída por diversas relíquias sagradas e históricas. Sua base é enorme, medindo mais de 80 metros de comprimento e 55 metros de largura, a cúpula chega aos 96 metros, é uma das partes mais altas da cidade. É possível subir em uma das torres do prédio sagrado e admirar a linda vista para a cidade.

 Onde se hospedar em Budapeste

István Tisza Monument

O monumento está localizado próximo ao Parlamento, faz homenagem à István Tisza, foi primeiro-ministro influente e importante de Budapeste, quando exercia o segundo mandato da carreira, aconteceu a entrada da Áustria-Hungria na primeira guerra mundial e também a Revolução dos Crisântemos que resultou em seu próprio assassinato. Em volta do monumento tem muitos prédios antigos, uma passada aqui é fundamental, se você gosta de cultura, história e arquitetura.

Como usar o metrô de Budapeste

Praça Liberty Square

A praça simboliza a história da Hungria e Budapeste, aqui está localizado o monumento em homenagem aos soldados soviéticos que morreram na batalha contra os nazistas, o Banco Nacional Húngaro, Embaixada dos EUA, além de outros edifícios históricos.

Como ir de Budapeste para Bratislava de ônibus

Parlamento de Budapeste

Perdendo apenas para Argentina e Romênia, o Parlamento de Budapeste é considerado o 3° maior do mundo, a obra foi considerada a maior no tempo em que foi construída, em meados de 1884 e 1902. Foi tido na época como um símbolo de poder econômico para o país.

Sapatos à beira do Rio Danúbio

O monumento que intitulou-se como Sapatos Rio Danúbio carrega em si uma história triste. Quem caminha às margens do Rio Danúbio, irá encontrar uma quantidade grande de sapatos femininos, masculinos e infantis, materializados de ferro enferrujados, os calçados representam os sofrimentos do holocausto. Entre os anos 40 e 45, o Partido da Cruz Vermelha Fechada da Hungria, bem parecido com o fascismo e nazismo, colocava os judeus enfileirados nas margens do mesmo rio e ali mesmo os aniquilavam.

Ponte das correntes

Fundada em 1873, a região é dividida pelo Rio Danúbio, que divide Buda (lado direito) e Peste (lado esquerdo). Para atravessar a cidade, existe a Ponte das Correntes, que separa as margens do rio entre direita e esquerda. A junção dos dois lados, formou o atual nome de Budapeste.

Ônibus anfíbio

Isso mesmo que você está lendo e vendo: em Budapeste, ônibus flutua no rio também! Seu trajeto faz parte dos pontos turísticos principais da cidade. Andamos com 2 sensações: de estar em um barco a velejar pelas águas e ônibus na rua ao mesmo tempo. Com direito a trilha sonora, seu caminho pelo rio tem parada no Castelo de Buda, Basílica de Santo Estevão, etc. Lá de dentro visitamos quase todos os locais mais conhecidos e badalados da cidade.

onibus-anfibio-budapeste-hungria

Castelo de Buda

Se existe um lugar onde você não pode deixar de visitar quando for em Budapeste, é o Castelo de Buda. A antiga residência real da Hungria é composta pelo Museu de História de Budapeste, a Biblioteca Széchenyi e Galeria Nacional Húngara. Lá de cima prestigiamos também a linda vista da cidade. Para subir até o castelo tem as escadas da ponte das correntes e funicular.

Bastião dos pescadores

Fica bem no alto do Morro do Castelo, na parte de Buda. O Bastidão é lindo, com uma arquitetura diferente, neogótica, uma construção antiga, aberta desde 1905. O nome se dá pelo fato de há anos atrás, existir uma associação de pescadores na era medieval e o grupo ter sido o defensor do local. Uma das obras que mais chama a atenção é o monumento dedicado ao rei Santo Estevão. Percebi certa admiração por ele na cidade, afinal, o primeiro representante político do local e pioneiro de um marco importantíssimo para a Hungria, merece de fato o destaque favorecido a ele.

Matthias Church

Uma das mais relevantes da Europa, a basílica fica na parte de cima do Castelo de Buda, exótica, mística e neogótica, fundada pelo Rei Húngaro em 1015. A parte interior é de um design sem igual, perfeitamente assimilada à história romântica e orientalismo.

matthias-church-budapeste-hungria

Holy Trinity Column

Localizada na praça da Santíssima Trindade, a coluna erguida no século XVII é um memorial aos sobreviventes da epidemia de peste da época. Fica ao lado da Igreja Matthias Church, impossível passar despercebido.

holy-trinity-column-budapeste-hungria

Caminhar pelas ruas de Budapeste

Visitar igrejas, museus, pontos turísticos, entre outros locais, é legal, mas já pensou em simplesmente caminhar pelas ruas da cidade que você visita? Sim, as caminhadas reservam descobertas valiosas para a gente, observar, sentir o clima do local e conhecer pessoas pode estar apenas em uma simples caminhada. Budapeste é uma cidade limpa, histórica e muito bonita, tanto no aspecto arquitetônico quanto geográfico.

Vista da cidade

Repleta dos bons detalhes, vista do alto fica ainda mais charmosa. Os pontos altos, como no Castelo de Buda e Bastião dos Pescadores, dentre outros edifícios, permitem que vejamos o quão linda e incrível é Budapeste.

Caminhar pelas margens do Rio Danúbio à noite

A noite no Rio Danúbio merece sim um destaque neste post! De fato a vista é linda, privilegiada e mágica. Suas casas coloridas desenham a margem do rio de águas bucólicas e claras. Dizem que o rio nasce no Sudoeste da Alemanha e enfrenta muitos recursos de quilômetros até chegar no Mar Negro. Impossível visitar Budapeste e não sentir a boa sensação de estar na beira deste rio que ornamenta toda a capital do típico e belo país europeu. Durante a noite, algumas pontes e locais específicos recebem uma generosa iluminação, o que deixa o local ainda mais aconchegante e encantador de se apreciar.

Nosso roteiro foi feito em um dia inteiro e a pé, abaixo o mapa com as atrações turísticas citadas.

Dados da viagem:

Data: 26/02/2019 a 10/03/2019.
Clima: fim do inverno, necessário roupas de frio, casacos leves, luvas, toucas, cachecóis, blusa fleece para usar debaixo da jaqueta, tênis ou bota.
Estilo: viajamos com duas mochilas de 30 litros cada um, com aproximadamente 5kg a 7k cada, apenas isso, o básico.

SEGURO VIAGEM

Não esqueça de fazer o seguro viagem, ele é obrigatório para quem vai viajar para a Europa, faça sua cotação agora online e contrate um seguro de forma rápida, prática, confiável e barata! Nossos leitores ganham 5% de desconto usando o código DIARIODETURISTA5. Você pode dividir em até 12x ou ganhar mais 5% de desconto para pagamento no boleto.

CHIP INTERNACIONAL

Vá para a Europa com um chip 4G da EasySim4U! É simples, compre o chip aqui, receba em sua casa, solicite o desbloqueio para as datas da viagem e pronto. Chegando no país de destino insira-o no celular e você está conectado para fazer chamadas e com acesso ilimitado a internet.

Planeje sua viagem aqui!

Faça suas reservas clicando nos links dos nossos parceiros, você não paga nada a mais por isso e nós ganhamos uma pequena comissão. Você garante os melhores preços, serviços e ainda ajuda o blog a continuar compartilhando dicas de viagens pelo mundo! ​Muito obrigado e boa viagem!

  • HospedagemHospedagem: Booking
  • Passagens aéreasPassagens Aéreas: Passagens Promo
  • Aluguel de carroAluguel de Carro: RentCars
  • Seguro viagemSeguro Viagem: Seguros Promo, use o cupom DIARIODETURISTA5 e receba 5% de desconto em seu seguro viagem.
  • chipChip internacional: Viaje Conectado, use o cupom DIARIODETURISTA10 e receba 10% de desconto em seu Chip.
  • Roteiro personalizadoRoteiros Personalizados: O blog Diário de Turista planeja sua viagem e elabora um roteiro exclusivo para você, saiba mais.

    Comentários

  1. Cristiane dos Santos lamberch
    3 /outubro /2020

    Esse lugar me deixou facianada só em pensar que vivi aí antes de rencarnar novamente Ag moro no Brasil mas um dia Sr deus permitir irei

  2. Luciana Rodrigues
    13 /dezembro /2019

    Estou bem animada para conhecer Budapeste no próximo ano. Estive em Bratislava, mas não consegui ir a Budapeste. Essas caminhadas à beira do Danúbio à noite são bem agradáveis.

  3. Débora Resende
    9 /dezembro /2019

    Adorei seu roteiro! Dá pra conhecer bastante coisa em 1 dia, hein? Budapeste tá na minha lista de desejos há tanto tempo <3

  4. Mariana Menezes
    9 /dezembro /2019

    Quanta dica legal do que fazer em Budapeste. Deu para conhecer bastante coisa em 1 dia, né? Adorei as fotos, estão lindas e já estou com vontade de conhecer essa cidade. Nunca estive na Hungria, me inspirou!

Deixe seu comentário:






* campos obrigatórios