museu-historico-abilio-barreto-bh
Museu Histórico Abílio Barreto em Belo Horizonte (MG)

O museu foi inaugurado em 1943 com o nome Museu Histórico de Belo Horizonte, quando Juscelino Kubitschek era o prefeito da cidade, em 1962 o nome foi mudado para Museu Histórico Abílio Barreto em homenagem ao Abílio Velho Barreto, que foi um escritor, poeta, jornalista, historiador e um dos fundadores.

O casarão que abriga o acervo, foi sede da Fazenda do Leitão ainda na antiga Curral D’el Rei, no século XIX foi demolida e em seguida reconstruída se tornando Belo Horizonte.

Na entrada da casa tem uma maquete representando a Matriz de Nossa Senhora de Boa Viagem e a área central do Arraial Curral D’el Rei no final do século XIX, podemos ter uma noção de como era o pequeno vilarejo antes de se tornar a capital mineira.

O casarão possui dois pavimentos sendo o pavimento superior com 10 cômodos, sendo cinco quartos, duas salas, alcova, cozinha e dispensa.

Está rodeada por jardins e diversas árvores: Mangueiras, Flamboyants, Costelas de Adão, Palmeiras, Castanheiras e Ficus.

Possui exposições temporárias gratuitas que são bem interessantes, no dia que fui era das “Colchas da Memória”, fruto de um projeto realizado pelo setor educativo do museu. As colchas foram feitas por grupos de idosos residentes de Belo Horizonte, que por meio de técnicas de bordados e pinturas representam lembranças e memórias da cidade.

Coleção transportes

A coleção de transportes engloba a locomotiva que foi utilizada para ligar o Arraial de Belo Horizonte à estrada de ferro central do Brasil, durante os trabalhos de construções de 1894 a 1897.

O bonde, popularmente conhecido como ônibus, propulsionado por força elétrica, foi utilizado para transporte de passageiros em percursos curtos, com capacidade para 32 pessoas, foi um dos últimos a circular por Belo Horizonte, sendo retirado em 1963.

Há também o carro de boi, pertencente a antiga casa do Leitão, o Coche, primeiro a percorrer a rua de Belo Horizonte.

No segundo piso da casa tem uma fotografia tirada entre 1935 e 1939 mostrando como era a casa antes de toda transformação, agora veja o antes e depois, uma verdadeira viagem ao tempo.museu-historico-abilio-barreto-bh

museu-historico-abilio-barreto-bh

Localização: Av Prudente de Morais, n° 202, Cidade Jardim-Belo Horizonte/MG.
Entrada franca.
Telefone: (31) 3277-8573.

Este post faz parte da Blogagem Coletiva cujo tema é “Museus Brasileiros”, veja também:
Mapeando Mundo- Museu da Amazônia & Torre de Observação

• Destinos por onde andei- Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil, vale a pena conhecer
• Ligado em Viagem- Visitando o MASP, Museu de Arte de São Paulo, e a Exposição Histórias Afro-atlânticas
• Vamos Por Aí- Museu do Catetinho em Brasília
Fui ser viajante 10 museus de Recife que você precisa conhecer
• Tá indo pra onde?Visitando o Museu Histórico Nacional no Rio de Janeiro
• Vaneza com ZPatrimônio Artístico e Cultural da Bahia – reflexão sobre o abandono
• Uma Viagem DiferenteMAC Niterói, Visitando o Museu de Arte Contemporânea
Cantinho de NáMuseu do Estado de Pernambuco: tradição e história
Mariana Viaja –  Museus no Brasil: 15 opções históricas e culturais que valem uma visita
Entre Polos – Museu Nacional de Belas Artes – Rio de Janeiro
Maquiadora Viajante – Museu do Amanhã no Rio de Janeiro e a importância dos museus nas cidades
Let’s Fly Away – MAC Niterói, o lindo Museu de Arte Contemporânea 
• Vem que te Conto!Museu Histórico de Campos dos Goytacazes
Embarque40Mais – Museu em Campinas leva à viagem no tempo
ExpressinhaMuseu da Imigração ou Memorial do Imigrante-Uma visita inesquecível pela História e pela Moóca
Turistando.inO fechamento do Museu do Ipiranga em São Paulo e seu acervo hoje
Itinerário de ViagemMAC USP – Museu de Arte Contemporânea de SP

Planeje sua viagem aqui!

Faça suas reservas clicando nos links dos nossos parceiros, você não paga nada a mais por isso e nós ganhamos uma pequena comissão. Você garante os melhores preços, serviços e ainda ajuda o blog a continuar compartilhando dicas de viagens pelo mundo! ​Muito obrigado e boa viagem!

  • HospedagemHospedagem: Booking
  • Passagens aéreasPassagens Aéreas: Passagens Promo
  • Aluguel de carroAluguel de Carro: RentCars
  • Seguro viagemSeguro Viagem: Seguros Promo, use o cupom DIARIODETURISTA5 e receba 5% de desconto em seu seguro viagem.
  • chipChip internacional: Viaje Conectado, use o cupom DIARIODETURISTA10 e receba 10% de desconto em seu Chip.
  • Roteiro personalizadoRoteiros Personalizados: O blog Diário de Turista planeja sua viagem e elabora um roteiro exclusivo para você, saiba mais.

    Comentários

  1. Fernanda Scafi
    10 /novembro /2018

    Adoro essas casas antigas de fazenda! Estive em BH recentemente, mas acabei não visitando esse museu, uma pena :(.

  2. Estela
    7 /outubro /2018

    Mas que museu mais fofo! Anotado aqui na lista pra conhecer!

  3. Aline DP
    4 /outubro /2018

    Que museu lindinho!
    Obrigada por trazer a divulgação dele. Imagino que não deva ser muito comentado mesmo em BH (é assim com a maioria dos museus, ainda mais esses pequenos, com carinha de interior).
    Adorei e já anotei na minha listinha de BH que deve tomar forma em breve.

  4. Laura lamas
    2 /outubro /2018

    Que lugar incrível!!! Nunca tinha ouvido falar, mas já to doida pra conhecer!!!

  5. Diego Arena
    1 /outubro /2018

    Adorei a construção desse museu e a coleção de transportes! 🙂

  6. Vaneza Narciso
    1 /outubro /2018

    Que charme de museu … simples, porém muito aconchegante.

    Em seu texto percebi que o espaço é usado para interagir com a comunidade ao expor trabalhos feitos pelos idosos. Esta é uma das utilizações dos museus: Trazer a comunidade para vivenciar o espaço museológico.

    E ainda é gratuito, que maravilha!

    Por mais espaços assim e que a população entenda a importância de valorizar.

    excelente post!

  7. Ana Carolina
    30 /setembro /2018

    Adorei a dica e já deixei salva, pois meu filho irá adorar conhecer esse museu. Principalmente a parte dos transportes. Ótima dica

  8. Gisele Prosdocimi
    30 /setembro /2018

    Paloma, este é o meu museu predileto em Belo Horizonte, adoro e fica bem pertinho da minha casa. Como diz na foto antiga do museu, é um verdadeiro oásis na capital mineira, um lugar onde me sinto muito bem.
    Amei seu post e suas fotos, um belo registro de uma das melhores atrações de BH. Beijos.

  9. Zudi Dadalt
    29 /setembro /2018

    Muito interessante! Tenho certeza que vou gostar de conhecer em uma próxima viagem à Belo Horizonte.

  10. Juliana Moreti
    29 /setembro /2018

    Muito interessante! Nao sei quando retorno à BH, mas quero visità-lo

  11. bruna
    29 /setembro /2018

    Esse foi um dos lugares que mais gostei de conhecer quando fui a BH. Confesso que conhecia pouco da história da cidade e achei uma delícia imaginá-la ali naquele casarão!

  12. Klécia
    29 /setembro /2018

    Que viagem bacana pelo tempo e pela história nesse museu. Adorei o lugar, parece uma calmaria bem aconchegante. E o charme daquele bonde? Demais!

  13. Michele Aparecida da
    28 /setembro /2018

    Que lugar delicioso, em meio a árvores, e com tanta coisa legal para ver! Adorei a dica!

  14. Lulu Freitas
    28 /setembro /2018

    Esse museu é tão simpático!!!! O jardim uma delícia e andar pela casa antiga de fazenda é muito bacana, como voltar passado. Lindo post!

Deixe seu comentário:






* campos obrigatórios