japao-bairro-liberdade-sao-paulo
Japão.br – Cultura japonesa no bairro Liberdade em São Paulo

Uma pequena amostra do Japão, localizada na região central da grande São Paulo, desde 1905. Antes bairro da Pólvora, agora bairro Liberdade, a comunidade mantém costumes e toda a cultura japonesa no local. Com jeito, cheiro e aparência do Japão, a região é atraída por turistas de todos os lugares do mundo e oferece um leque de opções para comer e passear.

Entre os dias 27, 28 e 29 de junho/2019 participei do Japão.br e pude conhecer a comunidade de perto. Com toda certeza, posso dizer que é um país dentro da cidade. Ao longo dos anos, os japoneses foram se encontrando ali e formando o que chamam hoje de grande comunidade japonesa.

japao-bairro-liberdade-sao-paulo

Separei alguns pontos turísticos para vocês. Particularmente, fiquei encantada com a beleza do lugar e toda a história que ele carrega:

Capela dos Aflitos

Entre as ruas Galvão Bueno e a da Glória, se encontra uma das igrejas mais antigas de São Paulo. Fundada em outubro de 1775 (antes mesmo de o bairro Liberdade ser criado), a Capela dos Aflitos fazia parte de um antigo cemitério a céu aberto na região. Ali, eram sepultados corpos de pessoas indigentes e condenadas à forca, sendo este o motivo do nome.

Uma das curiosidades é que, ao desativar o cemitério, foram encontradas ossadas ali e em um dos ossos vieram algumas pedrinhas africanas, o que comprova mais uma vez a presença de escravos no Brasil vindos da África. Com o passar dos anos, a Capela foi se tornando esquecida na memória das pessoas responsáveis por sua conservação, o que contribuiu para a deterioração da igreja. Em 1990, ocorreu um incêndio ali, o que culminou para que o local ficasse ainda deteriorado.

Em meados dos anos 2000, a igreja passou por uma reforma e foi restaurada. Hoje, ela é considerada patrimônio histórico da cidade, é conhecida por conta da história, como um dos lugares mal assombrados de São Paulo. Um dos lugares imprescindíveis e que não pode ficar de fora do seu roteiro. Quando visitar o bairro Liberdade, não deixe de apreciar a arquitetura e toda história que a Capela dos Aflitos carrega.

capela-dos-aflitos-liberdade-sao-paulo

Capela Santa Cruz das Almas dos Enforcados

Sim, um nome peculiar, mas que carrega em si uma grande e infeliz história. A capela foi construída em 1887, mas tudo começou bem antes disso. Como em outros locais do Brasil, a região também sediava uma prática comum da época: condenação à forca.

No ano de 1821, existia ali um homem chamado Francisco José das Chagas, Chaguinhas (como era conhecido na época) liderou a Revolta Nativista, uma rebelião dos soldados que estavam com salários atrasados e tratamento de igual para igual entre os soldados portugueses e brasileiros. O líder  foi condenado e enforcado em praça pública, local onde hoje se encontra a Praça do bairro e Capela Santa Cruz das Almas dos Enforcados. Anos depois a Capela foi construída e recebeu o nome do militar para homenageá-lo.

Atualmente, a igreja funciona normalmente e celebra missas em vários dias da semana. Bonita e cheia de histórias para contar, assim como outros pontos turísticos do bairro Liberdade. Um local que você também não pode deixar de visitar quando for conhecer a comunidade japonesa.

Jardim Lago da Pólvora

Com peixes ornamentais e todo oriental, o Jardim Lago da Pólvora está localizado entre as ruas, Américo de Campos e Tomás Gonzaga. Além da beleza, a região também é conhecida por ter ali um leque de opções de restaurantes e bons hotéis, além de ter a sede da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil).

Como disse anteriormente, o bairro Liberdade sediava alguns locais que protagonizaram situações desagradáveis, como sepultamento de indigentes, escravos, prática do enforcamento em praça pública por condenação, etc. O Lago da Pólvora não ficou para trás nesse quesito. Na época em que as atividades citadas eram realizadas no bairro, existia no local onde se encontra o Lago, um Armazém de explosivos.

No ano de 1832, o comércio foi demolido a pedido da prefeitura, anos mais tarde, o jardim foi construído ganhando o respectivo nome. Mais um pedaço da Liberdade que com certeza você precisa visitar quando for lá. E quem sabe até se hospedar, já que existem ali excelentes hotéis e comércios.

jardim-lago-polvora-sao-paulo-liberdade

Diversidade de lojas e produtos Japoneses à venda

Além dos pontos turísticos e de carregar grandes histórias, o Liberdade possui também uma diversidade em produtos japoneses. Melhor do que apreciar o local é poder levar um pedacinho dele para casa.

● Fancy Goods: um dos locais mais fofos do Liberdade. É uma loja de artigo para casas que atende também o público teen (por isso é tão fofa e cut). Seus produtos variam de colas com cores especiais a malas vintage. Uma opção de local para presentear meninas de todas as idades, principalmente adolescentes. Localização: rua Galvão Bueno, 224.

● Yunitto-Lab: mais uma excelente opção para presentes. Porém, com uma diversidade maior de produtos, que vão desde calçados e roupas a artigos de decoração para casa. Localização: rua da Glória, 312.

● Tenman-Ya: a loja oferece uma gama de produtos chineses, brasileiros, coreanos e japoneses, que inclusive, é a maioria dos produtos. As peças da loja abastecem até mesmo os restaurantes locais principalmente as famosas facas japonesas, um dos produtos mais atrativos do estabelecimento. Uma das lojas que mais gostei, pela beleza das porcelanas e produtos no geral. Localização: rua dos Estudantes, 19.

● Korea-Mart: que local incrível! Começando pelo primeiro andar, onde tem um mercadinho que vende chocolates, petiscos, balas e biscoitos variados. Na parte de cima da galeria, você encontra mochilas, quadros, livros, dentre outros produtos. Uma loja cheia de cores e que nos dá a impressão de estar em outro país. Localização: rua dos Estudantes, 41.

● Omiyague: uma das lojas que contém os produtos mais em conta na região. Com menos de R$10,00 você consegue comprar utensílios que varia entre garrafas térmicas, balde, batedeira e muito mais. Localização: rua dos Estudantes, 64.

Veja Também:

3 atrações diferentes para curtir a cultura japonesa em São Paulo;
Dicas de restaurantes japoneses em São Paulo;
Pavilhão japonês no Parque Ibirapuera/SP;
Museu da Imigração Japonesa no bairro Liberdade/SP

• O Diário de Turista agradece o convite para a participação na Press Trip no Japão.br. Todos os relatos aqui descritos refletem a nossa sincera opinião, sejam positivas ou negativas. 

Organização: Patrícia Takehana do blog Bagagens de Memórias e fundadora do @japao.br.

Parceiros: @instabunkyo, @museumhijb, @japanhousesp, @parqueecologicoimigrantes, @saopaulotokyo, @restaurante.samurai, @bluetreeanalia, @himawaritaiko, @japan_escola, @vempraliba, @lacoceramica, @carla.okubo e @japao.br.

Convidados: @diariodeturista_, @spdagaroa, @partiuviajarblog, @saopaulosemmesmice, @partiuviajarblog, @patriciaviaja, @dani.tur.br, @trilhamarupiara, @idasevindasblog, @viagensdecaprala, @qualquerviagem, @rodasnospes e @pormaisumcarimbo.

Obrigada a todos os parceiros que contribuíram para esse evento, foi lindo!

Planeje sua viagem aqui!

Faça suas reservas clicando nos links dos nossos parceiros, você não paga nada a mais por isso e nós ganhamos uma pequena comissão. Você garante os melhores preços, serviços e ainda ajuda o blog a continuar compartilhando dicas de viagens pelo mundo! ​Muito obrigada e boa viagem!

Deixe seu comentário:






* campos obrigatórios